Quais as principais propostas de Elon musk após compra do twitter?

Na última segunda–feira (25 de abril) Elon musk o homem mais rico do mundo, comprou o twitter, depois de tentativas frustradas e muitas promessas ele conseguiu o feito pagando US$ 44 bilhões pela plataforma. 

O mesmo já sinalizou que quer tomar medidas bastante radicais com a rede social. 

Como deixar em código aberto, querendo tornar cada vez mais transparente como o algoritmo funciona e entrega as publicações, e aumentando a pressão da transparência em outras redes sociais, quando um software tem código aberto, o criador permite a qualquer pessoa utilizá-lo de graça, incluindo modificá-lo e distribuí-lo, para qualquer finalidade (por exemplo, o Linux) de acordo com o G1 ainda não está claro como isso aconteceria, já que os algoritmos, que determinam o que os usuários veem no feed, são ferramentas fundamentais no negócio das redes sociais e guardados como um segredo industrial. 

Ele também quer introduzir o capital fechado, privatizando a empresa, Ou seja, a companhia não oferecerá mais ações na bolsa de valores. A empresa está listada na bolsa desde 2013. 

Musk enfatizou que quer trazer para o twitter a liberdade de expressão, o que causou uma certa insegurança em seus usuários, é muito difícil lidar com a liberdade de expressão sem dar brechas a discursos de ódio, fake News e desinformações. 

Outra medida já bem apontado seria a mudança na verificação dos perfis, sendo necessário que as pessoas deixassem de usar pseudônimos e usar nomes reais nas contas, fazendo com que haja a diminuição de spam, BOts e perfis fakes. 

A mudança a curto prazo que devemos esperar em breve deve ser o botão de editar o tweet que é muito pedida pelos usuários da plataforma.

Scroll to Top