malware

Ransomware: O Perigo Oculto e Como Evitá-lo 

Um termo que ganhou notoriedade nos últimos anos: Ransomware. Não se trata de uma ameaça virtual qualquer, mas de um desafio que pode comprometer gravemente a segurança digital de indivíduos e organizações. Este artigo explora em profundidade o que é o ransomware, sua história, funcionamento, características e como proteger-se contra esse perigo cibernético. Além disso, apresentaremos a Infoprotect como sua parceira ideal na busca por soluções de cibersegurança confiáveis.

O que é Ransomware?

O que é Ransomware?

O Ransomware é uma categoria de malware (software malicioso) que tem a capacidade de sequestrar e criptografar os arquivos de um dispositivo ou rede, bloqueando o acesso a eles. Os criminosos por trás desse tipo de ataque fecham um resgate, geralmente pago em criptomoedas, em troca da chave de descritiva necessária para restaurar o acesso aos dados sequestrados.

 

Esse tipo de malware ganhou notoriedade nos últimos anos devido à sua capacidade de causar danos a indivíduos, empresas e instituições. Os ataques de ransomware são muitas vezes executados por hackers com o objetivo de obter lucro, e as vítimas geralmente se veem em uma situação: pagar o resgate para recuperar seus dados ou enfrentar a perda permanente das informações.

 

Os ataques de ransomware são realizados por meio de e-mails de phishing, sites comprometidos ou downloads de arquivos infectados. Uma vez que o malware se infiltra no sistema da vítima, ele começa a criptografar os arquivos, tornando-os inacessíveis. Em seguida, uma mensagem de resgate é exibida, exigindo o pagamento de uma quantia em criptomoedas em troca da chave para descrever os arquivos.

 

O ransomware é uma ameaça cibernética sofisticada e prejudicial, que pode causar prejuízos significativos em termos de perda de dados e informações sigilosas. Portanto, é fundamental adotar medidas de segurança cibernética eficazes, como manter sistemas e softwares atualizados, educar os usuários sobre práticas seguras na internet e fazer backups regulares dos dados, a fim de prevenir e proteger-se contra ataques de ransomware.

História e Evolução do Ransomware

A história e a evolução do ransomware oferecem uma visão fascinante sobre como essa ameaça cibernética se desenvolveu ao longo das décadas, transformando-se em uma das formas mais perigosas e lucrativas de ataque digital. Vamos explorar essa evolução:

 

Década de 1980 – O Surgimento Inicial: O ransomware teve suas raízes na década de 1980, com o surgimento de programas maliciosos que bloqueiam o acesso a computadores. O primeiro caso documentado foi o “PC Cyborg”, que pretendia que as vítimas enviassem dinheiro para uma caixa postal em troca da chave descritiva. No entanto, o ransomware ainda era rudimentar nesse período.

 

Década de 2000 – Avanços Técnicos: Durante os anos 2000, o ransomware começou a ganhar atrativos. As estratégias foram desenvolvidas mais sofisticadas, como o uso de criptografia forte e métodos de pagamento anônimos, como o Bitcoin. Isso tornou mais difícil rastrear os ataques por trás dos ataques.

 

Meados da Década de 2010 – Explosão de Popularidade: Foi a partir de meados da década de 2010 que o ransomware se tornou um problema global. Variantes notórias, como o CryptoLocker, o Wanna Cry e o Not Petya, causaram transtornos em empresas e órgãos governamentais. Os cibercriminosos perceberam o potencial lucrativo dessa ameaça.

 

Desenvolvimento de Táticas Duplas: Os criminosos resultaram na adoção de táticas duplas. Além de criptografar os arquivos, eles ameaçavam vazar informações previstas nas vítimas, o que aumentava a pressão para o pagamento do resgate.

 

Ataques Dirigidos e Ransomware como Serviço (RaaS): O ransomware evoluiu para incluir ataques direcionados a empresas e instituições. Também surgiu o conceito de Ransomware como Serviço (RaaS), permitindo que indivíduos sem habilidades técnicas adquirissem e usassem ransomware, aumentando a propagação dessa ameaça.

 

Evolução Contínua e Extorsões Digitais: Atualmente, o ransomware continua a evoluir. Os ataques são mais direcionados, envolvendo setores críticos, como saúde e infraestrutura. Além disso, os criminosos agora frequentemente excluem resgates exorbitantes. A extorsão digital tornou-se uma tática comum, em que os dados são criptografados e ameaçados de vazamento.

 

A evolução do ransomware demonstra como os crimes cibernéticos se adaptam e aprimoram suas táticas ao longo do tempo. À medida que essa ameaça se torna mais sofisticada, é fundamental que indivíduos e organizações adotem medidas de segurança robustas para se protegerem contra o ransomware, incluindo backups regulares, treinamento em conscientização em segurança e a implementação de soluções de cibersegurança confiáveis

Como funciona o ransomware

O ransomware é distribuído principalmente por meio de e-mails de phishing, sites comprometidos e downloads de arquivos infectados. Uma vez que o malware se infiltra em um sistema, ele criptografa todos os arquivos e exibe uma mensagem de resgate exigindo pagamento em criptomoedas. Caso a vítima pague o resgate, o criminoso fornece a chave para descrever os arquivos.

 

O ransomware apresenta várias características alarmantes. É altamente invasivo, dificultando a detecção por softwares e antivírus. Além disso, é frequentemente personalizado para atender às necessidades específicas dos problemas. Sua capacidade de bloquear o acesso a arquivos críticos faz com que seja uma ameaça grave à segurança digital.

Protegendo-se contra Ransomware

A prevenção do ransomware é fundamental. Mantenha sistemas e software atualizados, conscientize os colaboradores  sobre a importância da segurança digital e faça backups regulares dos dados. A utilização de soluções de cibersegurança eficazes é crucial. A Infoprotect oferece um conjunto abrangente de ferramentas de segurança, incluindo firewall, antivírus, detecção de ameaças em tempo real e treinamento de conscientização em segurança. Com o Infoprotect ao seu lado, você estará de boas mãos na luta contra o ransomware.

Infoprotect: Sua Aliada na Cibersegurança

A Infoprotect é a escolha ideal para aqueles que desejam proteger suas informações e sistemas contra as ameaças cibernéticas, incluindo o ransomware. Nossa equipe altamente comprometida está comprometida em fornecer soluções de cibersegurança de ponta, garantindo a tranquilidade dos nossos clientes. Com nossa experiência e conhecimento em constante atualização, você estará de boas mãos.

 

O ransomware é uma ameaça cibernética séria que não pode ser subestimada. Conhecer suas características, entender como funciona e adotar medidas preventivas é essencial. A Infoprotect está aqui para apoiá-lo na sua busca por segurança digital. Proteja-se contra o ransomware e outras ameaças cibernéticas, pois a segurança digital nunca foi tão crucial quanto é hoje. Como a cibersegurança afeta a sua vida e a sua organização? Você está tomando medidas para proteger seus dados e informações contra ameaças como o ransomware?

Ransomware: O Perigo Oculto e Como Evitá-lo  Read More »

Fortinet anuncia nova solução que aprofunda a segurança em nuvem do Azure 

De acordo com a notícia do IMasters. A Fortinet® (NASDAQ: FTNT), uma empresa líder em segurança cibernética e convergência de redes e segurança, com quem a Infoprotect tem uma longa parceria, anunciou o lançamento do FortiGate VM, uma solução avançada que visa aprimorar a segurança na nuvem. Essa solução está disponível para empresas que são clientes tanto da Fortinet quanto da plataforma Azure, oferecendo proteção abrangente para o tráfego que entra e sai da Virtual WAN (vWAN). 

No ano de 2022, a Fortinet se destacou ao ser a primeira empresa de cibersegurança a combinar as funcionalidades do firewall de próxima geração (NGFW) com a tecnologia de rede de área ampla definida por software (SD-WAN). Essa combinação resultou no desenvolvimento do FortiGate virtual firewall (FortiGate VM), uma solução inovadora que pode ser implantada e executada nativamente dentro do Microsoft Azure Virtual WAN (vWAN). 

O FortiGate VM SD-WAN é um dispositivo virtual de rede (NVA) desenvolvido pela Fortinet, que integra recursos avançados de firewall de próxima geração (NGFW) com a tecnologia SD-WAN. Mas o que isso significa em termos simples? 

Em primeiro lugar, o FortiGate VM SD-WAN oferece recursos de segurança avançados. Isso significa que ele é capaz de proteger as redes e os dados da empresa contra ameaças cibernéticas, como malware, ataques de intrusão e conteúdo malicioso. Ele monitora e analisa o tráfego de rede, identificando e bloqueando atividades suspeitas para garantir a integridade e a confidencialidade das informações. 

Além disso, o FortiGate VM SD-WAN também possui recursos de otimização de rede. Isso significa que ele pode melhorar o desempenho das aplicações e o aproveitamento da largura de banda disponível. Ele utiliza algoritmos avançados para balancear o tráfego entre diferentes links de rede, garantindo uma distribuição eficiente e equilibrada do tráfego e melhorando a velocidade e a qualidade das conexões. 

Por fim, o FortiGate VM SD-WAN permite a priorização de aplicativos. Isso significa que ele é capaz de identificar e dar prioridade aos aplicativos críticos para o funcionamento do negócio, garantindo que eles tenham a largura de banda necessária e baixa latência. Dessa forma, as atividades essenciais da empresa são executadas de forma eficiente, mesmo em ambientes de rede congestionados. 

Por outro lado, o Azure vWAN é um serviço fornecido pela Microsoft que combina rede, segurança e roteamento em uma única interface operacional. Ele simplifica a conectividade entre diferentes locais, como data centers locais, filiais e vWANs do Azure, fornecendo uma infraestrutura confiável e segura para as empresas. 

Recentemente, a Microsoft lançou uma nova funcionalidade que permite à Fortinet estender os recursos do FortiGate VM SD-WAN para proteger o tráfego dentro do ambiente vWAN. Isso significa que agora as empresas podem contar com uma solução unificada, o novo FortiGate VM para Azure vWAN, para proteger todo o tráfego em ambientes Azure vWAN, mantendo suas redes e dados seguros e protegidos. 

Essa colaboração entre a Fortinet e a Microsoft fortalece ainda mais a segurança e a confiabilidade do Azure vWAN, oferecendo às empresas uma solução abrangente para enfrentar os desafios de segurança na nuvem. Com o FortiGate VM SD-WAN integrado ao Azure vWAN, as organizações podem ter a tranquilidade de contar com um ambiente seguro e confiável para a transmissão de dados sensíveis e críticos, protegendo suas informações contra ameaças cibernéticas. Essa parceria representa um avanço significativo na oferta de soluções de segurança cibernética, permitindo que as empresas se concentrem em suas atividades principais, com a confiança de que suas informações estão protegidas e nós, Infoprotect, como parceiros Fortinet podemos te ajudar a aprimorar a segurança na nuvem com os recursos de segurança avançados desta nova solução. 

Fortinet anuncia nova solução que aprofunda a segurança em nuvem do Azure  Read More »

As principais funcionalidades de um Firewall e como elas ajudam a proteger a rede contra ameaças cibernéticas. 

O firewall é uma das principais ferramentas de segurança de rede, utilizado por empresas e organizações para proteger seus sistemas contra ameaças cibernéticas. Ele funciona como uma barreira entre a rede interna e a internet, monitorando e filtrando o tráfego de dados que entra e sai da rede. A seguir, serão apresentadas as principais funcionalidades de um firewall e como elas ajudam a proteger a rede contra ameaças cibernéticas. 

Controle de acesso

Uma das principais funcionalidades de um firewall é o controle de acesso, que permite determinar quais dispositivos ou usuários podem acessar a rede e quais recursos eles têm permissão para utilizar. Essa funcionalidade é fundamental para garantir que apenas usuários autorizados possam acessar a rede, minimizando o risco de ataques cibernéticos. 

Filtragem de tráfego

O firewall também realiza a filtragem de tráfego, analisando os pacotes de dados que entram e saem da rede e bloqueando os pacotes que não correspondem às políticas de segurança da organização. Essa funcionalidade ajuda a prevenir ataques cibernéticos, como os de negação de serviço (DDoS), que buscam sobrecarregar a rede com tráfego malicioso. 

Detecção e prevenção de intrusões

O firewall pode atuar na detecção e prevenção de intrusões, identificando atividades suspeitas na rede e bloqueando o tráfego malicioso. Isso ajuda a proteger a rede contra ameaças como hackers, worms e cavalos de Troia, que podem comprometer a segurança dos sistemas e dados da organização. 

Registro de eventos

O firewall pode registrar todos os eventos de segurança que ocorrem na rede, incluindo tentativas de acesso não autorizadas, ataques cibernéticos e atividades suspeitas. Isso é importante para a análise de segurança, permitindo que a organização identifique padrões e tendências de ameaças, bem como eventuais falhas de segurança na rede. 

Controle de conteúdo

O firewall pode atuar no controle de conteúdo, bloqueando o acesso a sites ou serviços que possam representar uma ameaça à segurança da rede, como sites de phishing, malware ou conteúdo impróprio. Essa funcionalidade é fundamental para garantir a segurança da rede e evitar que usuários da organização acessem conteúdo malicioso ou inapropriado. 

Funcionalidades

As funcionalidades de um firewall são essenciais para garantir a segurança da rede e proteger a organização contra ameaças cibernéticas. Com a utilização de um firewall, é possível controlar o acesso à rede, filtrar o tráfego, detectar e prevenir intrusões, registrar eventos de segurança e controlar o conteúdo que é acessado pelos usuários. Dessa forma, a organização pode garantir a integridade, confidencialidade e disponibilidade dos seus sistemas e dados, minimizando o risco de ataques cibernéticos. 

As principais funcionalidades de um Firewall e como elas ajudam a proteger a rede contra ameaças cibernéticas.  Read More »

Benefícios do antivírus endpoint

Segurança na internet é muito importante, e o antivírus endpoint é uma ótima opção para garantir que seus dados fiquem seguros. Contudo, poucas pessoas e empresas utilizam esse tipo de proteção, e ficam vulneráveis a ataques de hackers, sofrendo grandes prejuízos. 

Quando se fala em antivírus, é comum as pessoas pensarem que isso é um gasto a mais. No entanto, é preciso mudar esse pensamento, pois não é um gasto, e sim, uma garantia. Quanto mais protegido, melhor para você e sua empresa. 

Nesse artigo, você encontrará informações importantes sobre o antivírus endpoint.  Então veja como ele funciona e quais benefícios ele oferece! 

O que é o antivírus endpoint?

O endpoint (significa ponto final ou de extremidade) é um tipo de software de sistema de proteção. Ele contém recursos, e estes vão trabalhar para proteger a sua rede, informações digitais e seus equipamentos. 

Suas soluções vão detectar, prever e responder a infiltrações, ataques de malwares e outros tipos de programas com más intenções. Ou seja, esse tipo de proteção tem como função ser uma plataforma de defesa virtual. 

Em se tratando do antivírus endpoint, a segurança não ficará somente em desktop. A proteção abrange laptops, smartphones, impressoras ou quaisquer dispositivos que se conectam com a rede de informações de uma empresa. 

O sistema de segurança de endpoint vai avaliar cada arquivo, em uma análise rápida e constante. Essa é uma ferramenta muito importante, e que toda empresa precisa ter. 

Veja como ele funciona

Essa ferramenta de segurança funciona de modo que execute processos de prevenção de intrusões e explorações. Além disso, ela vai atuar juntamente com o firewall para garantir uma maior segurança! 

Esse sistema de segurança vai focar especialmente em conexões em servidores e outros endpoints de uma determinada empresa. Trabalhando para que seja feita a proteção contra invasões que podem ocorrer por meios deles.  

O interessante desse tipo de proteção, é que ela pode convergir recursos de: 

  • anti-spyware; 
  • antivírus; 
  • firewall; 
  • monitoramento e controle de aplicativos; 
  • E muito mais. 

 

Além desse trabalho, ela vai funcionar desenvolvendo e aplicando normas para fazer nós nas extremidades. Isso mesmo, dessa forma ele vai conseguir identificar dados e informações importantes e confidenciais, e assim, criptografá-las. 

Outro fator importante sobre o seu funcionamento, e que é muito interessante, é que ele pode bloquear cópias de arquivos. Além disso, ele bloqueia também compartilhamentos, transferências de arquivos ou até mesmo, informações específicas. 

Esse é um sistema de segurança fundamental para todas as empresas, e que vale a pena ter. Sem esse tipo de proteção, seus dados ficam vulneráveis e sujeitos a ataques cibernéticos. 

Quais são os seus benefícios?

Quando se trata de segurança cibernética, o antivírus endpoint é de confiança. Ele oferece muitos benefícios que vão além da segurança. Veja quais são esses benefícios. 

1. Ele é de fácil instalação 

Quando estamos falando de instalação de um antivírus é comum achar que é algo complicado. Contudo, é mais simples do que se imagina. Basta apenas instalar e configurar o servidor central, assim ele vai poder fazer a segurança da rede. 

Depois da instalação, todos os dispositivos só poderão acessar a rede a partir da instalação que o cliente fizer nos dispositivos. 

2. Redução de custos 

Quando se trata de antivírus, é preciso ter a visão de que ele vai evitar problemas futuros. Assim, você não vai precisar arcar com custos altos para solucionar problemas. 

Além disso, com esse sistema de proteção, ao invés de investir em componentes separados, você reúne todos os componentes necessários, tornando-se assim, um só conjunto – o que é muito melhor no quesito financeiro. 

3. Realiza bloqueio de ações indesejadas 

Frequentemente, acontecem ações indesejadas no ambiente de uma empresa. Às vezes, pode ser intencional ou não, contudo, a empresa precisa estar preparada e prevenida. 

antivírus endpoint ajuda a garantir a proteção para que não ocorra o plugue de dispositivos internos em estações de trabalho.  

Com certeza, você já deve ter visto isso em algum lugar, já que muitas empresas usam essa política de segurança. 

4. Administração centralizada 

Outro benefício muito importante, é que com o endpoint, é possível centralizar a rede a partir do sistema gerenciador. Dessa maneira, o gerente de TI da sua empresa, ou terceirizado, se torna o administrador do servidor endpoint. Deixando tudo mais fácil e prático! 

Quando se trata de segurança cibernética, o antivírus endpoint é de confiança. Ele oferece muitos benefícios que vão além da segurança. Veja quais são esses benefícios. 

1. Ele é de fácil instalação 

Quando estamos falando de instalação de um antivírus é comum achar que é algo complicado. Contudo, é mais simples do que se imagina. Basta apenas instalar e configurar o servidor central, assim ele vai poder fazer a segurança da rede. 

Depois da instalação, todos os dispositivos só poderão acessar a rede a partir da instalação que o cliente fizer nos dispositivos. 

2. Redução de custos 

Quando se trata de antivírus, é preciso ter a visão de que ele vai evitar problemas futuros. Assim, você não vai precisar arcar com custos altos para solucionar problemas. 

Além disso, com esse sistema de proteção, ao invés de investir em componentes separados, você reúne todos os componentes necessários, tornando-se assim, um só conjunto – o que é muito melhor no quesito financeiro. 

3. Realiza bloqueio de ações indesejadas 

Frequentemente, acontecem ações indesejadas no ambiente de uma empresa. Às vezes, pode ser intencional ou não, contudo, a empresa precisa estar preparada e prevenida. 

antivírus endpoint ajuda a garantir a proteção para que não ocorra o plugue de dispositivos internos em estações de trabalho.  

Com certeza, você já deve ter visto isso em algum lugar, já que muitas empresas usam essa política de segurança. 

4. Administração centralizada 

Outro benefício muito importante, é que com o endpoint, é possível centralizar a rede a partir do sistema gerenciador. Dessa maneira, o gerente de TI da sua empresa, ou terceirizado, se torna o administrador do servidor endpoint. Deixando tudo mais fácil e prático! 

Para que o antivírus endpoint deve ser usado?

Esse sistema é indicado para todos os tipos de empresa, principalmente para aquelas organizações que possuem amplo tráfego de: 

  • E internet.  

Esses são pontos que precisam de uma grande proteção e que são sujeitos a ataques e roubos de informações. Além disso, ele é muito importante para os tipos de organizações que possuem muitos colaboradores

Neste caso, os colaboradores têm acesso diário às informações, e por isso, é preciso ter o controle do acesso. Como já comentado, essa é uma forma importante de segurança. 

Como abordado no tópico anterior, esse tipo de sistema de segurança é muito vantajoso. Sendo assim, é importante que as empresas entendam da importância que esse tipo de antivírus possui para garantir segurança a dados importantes. 

Motivos para utilizar o endpoint

Se você tem uma empresa e quer garantir a segurança das suas informações e equipamentos, precisa ter um antivírus. Existem muitos no mercado, contudo, é preciso escolher um que ofereça uma segurança completa. 

Com o endpoint, você tem essa segurança, e certeza de que está fazendo o melhor para o seu negócio. É sempre importante ressaltar que este não é um gasto a mais no seu orçamento. 

Será no futuro, caso você não seja precavido e espere que um ataque aconteça e seus dados sejam roubados! 

Como adotar o antivírus endpoint?

Para implementar esse tipo de sistema de segurança na sua empresa, não é possível comprar em uma loja de informática. Para isso, será preciso procurar uma desenvolvedora de confiança que entregue essa ferramenta. 

Além de oferecer um antivírus endpoint completo, é preciso que a desenvolvedora forneça suporte para a sua implementação. Então, ao pesquisar por empresas que trabalham com esse tipo de ferramenta, veja o que eles oferecem. 

Por fim, a desenvolvedora ajuda a planejar de forma correta a transição do antivírus que sua empresa já possui. Assim, com a transição para o endpoint sua empresa não encontrará problemas e ficará totalmente protegida! 

Benefícios do antivírus endpoint Read More »

Rolar para cima